RSS

PT Campinas e a dificuldade de escolher…

21 out

Após desabafar sobre a escolha de Mamizuka, também quero fazer uma análise sobre um defeito do Partido dos Trabalhadores: escolher. Ninguém nega que o partido é o mais organizado e com maior adesão no país, estado e no município de Campinas. Caso o voto no Brasil fosse facultativo, certamente o PT não teria grandes perdas, pois o seu eleitor é fiel. Mas não há como esconder: em Campinas, falta mais critério nas horas decisivas.

Senão vejamos: Jacó Bittar foi eleito prefeito em 1988 e posteriormente comprovou deficiências para exercer o cargo. Pode ter melhorado na reta final de sua gestão, mas o gosto de decepção era inevitável. Doze anos depois, era nítido que Antonio da Costa Santos estava preparado e queria ser prefeito de Campinas. Era estudioso da história da cidade e queria fazer a diferença. Para não ser atrapalhado pelas disputas internas, escolheu Izalene Tiene, ligado ao então deputado Renato Simões. Problema: em nenhum momento de sua vida, Tiene mirou na sua vida exercer um cargo executivo. Toninho foi assassinato e deu no que deu.

Em 2008, Lula não queria perder em Campinas. E ressalte-se apoiava Hélio, talvez uma de suas falhas de avaliação política. Discussão ali, debate acolá e Demétrio Vilagra é sacado da manga. Que tinha história no Sindicato dos Petroleiros, mas que também não acalentava o sonho de exercer o cargo de prefeito. Tanto que sempre ficou á sombra durante o mandato de Hélio.

Quando Hélio é cassado, o entrave acontece. Esqueça por um momento as agruras vividas por Vilagra nos tribunais. Analise o seu teor administrativo. Apesar da evolução inequívoca é claro como água o seu despreparo.

Então, como campineiro eu faço um pedido ao PT: da próxima vez que lançar candidato, lance alguém que queira e esteja preparado para ser prefeito. E que o vice-prefeito também tenha aptidão do exercício executivo. Porque não adianta discutir, debater, entrar em confronto, espalhar notinha pela imprensa e na hora que a pessoa pega a “caneta” não sabe nem como se tira a tampa.  Pelo menos, se der uma zebra, ninguém será pego com a calça na mão.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de outubro de 2011 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: