RSS

Crack: a solução não virá com um passe de mágica

13 jan

O governador joga a responsabilidade na prefeitura. A Presidência da República culpa a inépcia de estados e municípios para domar a Polícia Militar. Não sei se o nível de confusão está nesse nível, mas é claro que existe um conflito na luta de combate contra o crack na cidade de São Paulo. A cada dia, os problemas se acumulam e os viciados perdem as poucas esperanças de sair do atoleiro. Especialistas são ouvidos, encaminham a solução mágica e tudo esbarra no final na bendita “vontade política”.

A palavra que resume os equívocos da operação na cracolândia é apenas uma: pressa. Lógico, todos exibem vontade de resolver tudo em toque de mágica. Em um simples estalo, o crack vai desaparecer das ruas e os traficantes serão revestidos de uma aurea santa e passarão a trabalhar na iniciativa privada.

Nada disso. Qualquer pessoa com um mínimo de senso sabe que a cracolândia está impregnada no cotidiano da cidade de São Paulo e não será do dia para a noite que ocorrerá a libertação.

Parece mantra, mas a ausência de planejamento, foco, paciência e determinação na conduta de um trabalho profundo e de longo prazo atrapalha a construção de uma solução definitiva.

Não adianta. Se tudo for bem feito é trabalho para anos. Porém, querem fazer milagre e por único motivo: a eleição é logo ali. Pena.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de janeiro de 2012 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: