RSS

A classe média cresce. E Lula é esquecido…

22 jan

Os jornais Folha de São Paulo e Estado de São Paulo em suas edições dominicais abordam o fenômeno da mobilidade de classes no Brasil. Cada jornal foi por determinado caminho: na Alameda Barão de Limeira, a decisão foi por fazer um caderno especial e descrever os comportamentos, gostos e pensamentos da nova classe média. Um material interesse para entendermos porque o brasileiro prefere muito mais dinheiro e consumo do que em formular uma família. Não sou eu que disse. Está lá.

Já o Estadão traz o dado sobre a diminuição da Classe E que hoje restringe-se a 0,8% da população total, turbinado muitas vezes pelo salário mínimo, que ganhou aumento real de aproximadamente 75% desde 1998 e gera preocupação entre os economistas que consideram “muito gordo” para o tamanho da nossa economista.

Tudo muito lindo e maravilhoso, se não fosse por um detalhe: Luiz Inácio Lula da Silva e seu governo são responsáveis diretos pela mudança de cenário e os informativos fazem questão de ignorar. Quero deixar claro: não seria o caso de dar matéria ou retranca, mas citar com maior ênfase a participação de Lula. Nem que seja em duas ou três perdidas na matéria. Mas para uma parte do Brasil parece que Lula realmente não existe. Pena.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de janeiro de 2012 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: