RSS

Geraldo Alckmin quer fugir de protestos. Até quando?

31 jan

Reportagem na Folha de São Paulo desta terça-feira relata que funcionário do Palácio dos Bandeirantes estão incumbidos de monitorar qualquer resquício de manifestação contra o governador Geraldo Alckmin e automaticamente tirá-lo deste constrangimento.

Lógico que ninguém é bobo de pensar que tais medidas não tem relação com os acontecimentos em Pinheirinho, em São José dos Campos. Mas o drama é mais profundo: revela como a atual safra de políticos brasileiros é  dotada de espirito público fraco diante das adversidades. De certa forma, eles não confiam que podem dar a volta por cima. Que ninguém se iluda: tal quadro encontra-se em todos os partidos.

Nesse contexto, não há como esquecer de Luiz Inácio Lula da Silva. Hoje celebramos o ex-presidente como uma personalidade impar e um líder político incontestável.

Só que nem tudo foram flores. Durante a investigação do mensalão, uma revista semanal chegou a ostentar uma capa em que vaticinava sua queda. Nada aconteceu e ele deu a volta por cima.

No segundo tempo, Lula engoliu uma chuva de vaias na abertura dos Jogos Pan-Americanos. Teve paciência para continuar seu trabalho no Rio de Janeiro e posteriormente ajudar na reeleição de Sérgio Cabral e na vitória em segundo turno de Dilma Roussef na Cidade Maravilhosa.

Lula encarou o adverso e venceu. Geraldo Alckmin e outros menos cotados parecem que não contam com a mesma disposição.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de janeiro de 2012 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: