RSS

Deixaram Lula falar. Que bom!

30 mar

Todo mundo sabe como pego no pé da imprensa. Não me conformo com matérias distorcidas e assuntos sendo abordados de maneira viciada. Mas é preciso enaltecer quando uma reportagem é bem conduzida. É o caso da entrevista feita pelas jornalistas Monica Bergamo e Claudio Collucci na edição de hoje do Jornal Folha de São Paulo.

Depois de quase cinco meses em tratamento médico e com opiniões terceirizadas – ou seja, só sabíamos das declarações do ex-presidente- após o encontro com políticos ou pessoas do seu circulo intimo- Lula descreveu o tratamento, os medos, angustias, temores e pavores gerados pelo câncer na laringe.

Quem estava ali, diante das duas repórteres, não era o Lula político, orador espetacular ou autor de grandes sacadas eleitorais. Estava diante de todos, antes de qualquer coisa, o ser humano, uma pessoa com falhas e virtudes e que estava disposto a abrir o coração.

Registre-se que as repórteres conduziram a entrevista de modo sóbrio, cuidadoso, sem qualquer tentativa de fazer sensacionalismo com algo que já é drama por si só.

Lula falhou em não repudiar o cigarro? Claro que sim! Mas ele terá outras oportunidades para se redimir. O que importa é possuirmos a certeza de que entre 2003 e 2010, mesmo com as criticas que seus opositores podem (e devem) fazer, a Presidência da República foi ocupada por um humanista de marca maior. Não é pouco

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de março de 2012 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: