RSS

Neto x Maranhão: o Guarani deveria fazer o negócio…

04 abr

Apesar de encontrar-se na disputa do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil, o Guarani pensa na Série B. Precisa fazer contratações pontuais e formular um banco de reservas competitivo para aguentar uma maratona de 38 jogos. Pior: ao final, tem que terminar entre os quatro primeiros colocados.

E uma possibilidade ventilada nos últimos dias foi a possibilidade de empréstimo de Maranhão, do Santos, pelo zagueiro Neto. Ao participar ontem da “Central Esportiva” na Rádio Central, coloquei minha posição sobre a possibilidade positiva de negociação. Alguns companheiros respeitosamente consideram que o Alviverde não pode vacilar e precisa arrecadar.

Pois bem, vou aproveitar este espaço para discordar e expor porque acho que a negociação é válida. Detalhe: também achava que deveria entrar dinheiro na jogada. Mas mudei de opinião. Afinal, antes mudar de opinião do que não possuir nenhuma opinião para mudar.

Se verificarmos em curtíssimo prazo, é lógico que o Guarani precisa de dinheiro para aliviar suas combalidas finanças.

Mas existe uma hora, que é preciso planejar o médio e o longo prazo. E se possível abrir mão de algumas benesses.

O objetivo principal do Guarani hoje é chegar às quatro primeiras colocações da Série B e em 2013 viabilizar de maio a dezembro um orçamento total de, no mínimo, R$ 18 milhões. Esse é o foco.

E nesse contexto contar com o futebol ofensivo e solidário de Maranhão seria interessantíssimo. Vadão contaria com uma opção de velocidade e de desafogo pelo lado do campo e de quebra daria uma folga ao lado esquerdo, sobrecarregado porque é responsável por 90% das ações de ataque.

Neto? Tudo bem, o cara faz um campeonato paulista espetacular. Mas não podemos esquecer que no geral a sua trajetória no Guarani é, com muita boa vontade, razoável. Foi contestado pela torcida e crônica esportiva devido a partidas sofríveis.

Recuperou-se? Lógico, mas ao analisar o cenário geral não dá para estufar o peito e pedir um caminhão de dinheiro. O ideal é fazer uma troca pura e simples por empréstimo e fixar o preço da indenização caso o Santos queira permanecer com o beque ao final da estadia, em dezembro.

À primeira vista, caso a operação seja realizada, o Guarani poderá passar a imprensa que está dando dois passos atrás. Mas com Maranhão no time titular, o Alviverde poderá realizar cinco passos à frente.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de abril de 2012 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: